FROM LOAD - pt-br_header

Pense como um UX Designer para resolver desafios da sua loja virtual

Amalia
Shopify Staff
Shopify Staff

O que é UX (User Experience) e porque é importante para o sucesso da sua loja

 

floating-cubes-on-blue.jpg

 

A sua loja virtual não tem o desempenho que gostaria?  Os sintomas podem ser taxas de conversão baixas, carrinhos abandonados ou tráfego baixo no seu site que não resulta em vendas.  

 

Onde começa para chegar à raiz destas questões?  Sem dúvida, o UX, (a sigla UX signifique "User Experience" em inglês ou, experiência de usuário) do seu site é uma fonte de informações valiosa que podemos analisar para ter uma visão mais clara do problema. 

 

O UX design é voltado ao usuário e engloba tudo aquilo que eles experienciam quando navegam pela sua loja virtual. Tudo desde as cores, o layout e o design do site, além de como o usuário interage com os conteúdos e a funcionalidade da loja virtual. 

 

As empresas de grande porte sabem o quão o UX é importante para o sucesso da sua loja virtual e por isso, têm seus próprios designers internos de ux/ui ou subcontratam especialistas para analisar seus sites e fazer recomendações para melhorar a experiência do cliente. Na realidade, não necessita de fazer um grande investimento ou contratar especialistas para fazer este trabalho.  O UX é algo que pode fazer por si mesmo para entender melhor os seus clientes e fazer com que o design da sua loja seja voltado para a sua audiência. 

 

Neste artigo, vamos aprender sobre como utilizar a estratégia do Design Sprint desenvolvida pelo Google para descobrir o que pode ser melhorado no site e qual é o objetivo a ser alcançado. Este processo demora cinco dias e serve para responder a questões críticas de negócio através da concepção, prototipagem, e testar ideias com usuários e clientes.  Clique aqui para saber mais sobre o design sprint.

 

Quando é o tempo certo para realizar um design sprint? A qualquer momento que tiver uma questão crítica de negócio a resolver ou se pretende resolver um grande problema na empresa. Por exemplo;

 

  • ao iniciar uma loja virtual, a questão pode ser "Qual deve ser a nossa oferta de produtos/serviços"
  • uma empresa existente pode tentar solucionar a questão "Como podemos facilitar a experiência do cliente no nosso site para que eles podem encontrar o que procuram mais depressa?"

  • para obter feedback dos clientes ao destacar algum problema com o site que exige investigação. Por exemplo, uma taxa de conversão baixa, muitos carrinhos abandonados e/ou pouco tráfego no site.

 

Vamos lá mergulhar nos detalhes;

 

1.  Faça uma auditoria UX do seu site para determinar pontos de bloqueio de conversão de clientes e problemas de design UX

 

Amalia_0-1659472397139.jpeg

 

 

Realizar uma auditoria do seu site é essencialmente como calçar os sapatos do seu cliente e entender como é a experiência na sua loja virtual.  Considere todos os elementos do site, tais como;

 

  • o design do site
  • facilidade de navegação
  • compatibilidade móvel
  • qualidade do conteúdo 

 

Clique aqui para as etapas detalhadas para conduzir uma auditoria do seu site.  Um mapa de calor é uma ferramenta super legal que poderá usar para entender a jornada dos seus clientes no seu site.  Nós temos algumas aplicações na nossa AppStore com essa funcionalidade.  Confira essas apps abaixo;

 

Lucky Orange Mapa de Calor

Retter Heatmaps & Replay

 

2.  Concentre-se num espaço problemático e resuma o problema numa frase simples chamada uma declaração do problema.   

 

Amalia_1-1659472397149.jpeg

 

Ao fim de realizar a auditoria do seu site, agora poderá analisar o que foi descoberto e decidir onde deve focar a atenção.  Pega num papel e lápis coloridos e uma mente aberta, agora é a hora de esboçar algumas ideias e soluções do problema. Depois de decidir qual dessas ideias será a melhor, é preciso descrever de modo simples exatamente o que é o problema a resolver.  

A declaração do problema ajuda a desenvolver um objetivo bem definido para ter uma visão clara do problema.  Confira este artigo que descreve como criar uma declaração do problema.  


3.  Desenvolve o Buyer Persona do seu cliente ideal

 

Amalia_2-1659472397148.jpeg

 

Agora que temos um problema para concentrar-se, vamos entender quem é o cliente ideal da loja desenvolvendo um Buyer Persona (persona do comprador).  Pode-se pensar, qual é a diferença entre uma buyer persona de marketing e uma de UX?  As buyer personas de marketing o ajudam a saber onde investir para os seus esforços de marketing enquanto o UX buyer personas o ajudam a empatizar e a compreender os seus usuários.  Ao criar uma buyer persona, estabelecemos um critério para saber quem se encaixa no cliente potencial da sua loja para qualificar pessoas para participar no seu teste.

 

Veja este artigo no nosso blog que descreve em mais profundidade como criar buyer personas para sua loja.

 

4.  Solicite o seu usuário ideal para obter feedback

Amalia_3-1659472397146.jpeg

 

Embora pensemos que podemos pensar como um cliente, o fato é que não somos nós o cliente.  Pode ser difícil ver as falhas de um site ao ser o dono ou fazer parte do time de uma empresa.  

 

De verdade, além das informações descobertas na auditoria do site, o feedback que tem muito significado será esse dos clientes - as próprias pessoas que queremos agradar para que possam ter uma experiência divertida e fácil no site. Para saber mais informações direto do comprador ideal, podemos separar os métodos de investigação em Qualitativo e Quantitativo.  Na realidade, é sempre boa prática conduzir investigação tanto quantitativa como qualitativa, já que isso ajuda a formar hipóteses, bem como a elaborar as métricas sobre como testá-la.

 

A pesquisa quantitativa é essencialmente pesquisa exploratória, utilizada para quantificar o problema através da geração de dados numéricos ou dados que podem ser adaptados a estatísticas. Alguns métodos comuns de recolher dados incluem várias formas de inquéritos - tipo inquéritos online ou inquéritos em papel, por exemplo.

 

A pesquisa qualitativa é uma avaliação do comportamento de um usuário baseada na observação. Trata-se de compreender as opiniões, motivações e práticas das pessoas nos seus termos. Pode envolver vários métodos diferentes, incluindo observação contextual, estudos etnográficos, entrevistas, estudos de campo, e testes moderados de usabilidade.

 

Poderá estar a perguntar-se onde encontrar participantes para os testes?  Bem, pode abordar isso de diversas formas - sugiro que comece pela sua rede local de familiares e amigos, se eles se adequarem à buyer persona da sua loja, podem participar.  Além disso, poderá contatar a sua rede social no Facebook, Instagram, WhatsApp para participantes qualificados.  

 

Uma coisa a ter em mente quando se procura feedback da família ou amigos é que eles podem não sentir confortáveis em dar-lhe feedback crítico. O crescimento real está do outro lado desse feedback crítico. Para além de solicitar comentários completamente honestos, certifique-se também de incluir pessoas que não estejam diretamente ligadas a si ou ao seu negócio nos seus testes para eliminar qualquer possível feedback tendencioso.

 

Consulte esta lista de vários métodos de pesquisa UX que pode realizar com os seus usuários para descobrir informações sobre a sua loja online.  

5.  Protótipo as suas ideias

 

Amalia_4-1659472397135.jpeg

 

Depois de ter feito alguma investigação, deverá agora ter algumas ideias/soluções qualificadas para que possa criar um protótipo muito simples que possa ser utilizado para conduzir testes de usabilidade.  Tenha em mente que o objetivo com este exercício é para afinar a solução com feedback dos usuários e não vale a pena gastar muito tempo nestes passos.  

 

O Google passa um dia em cada etapa, então esta pesquisa não deve levar mais que 5 dias. Este passo envolve desenhar um protótipo muito simples.  Pode até ser um protótipo de papel desenhado com marcadores coloridos ou poderá considerar usar uma das seguintes ferramentas para desenhar um protótipo digital;

 


6.  Conduzir Testes de Usabilidade

 

Amalia_5-1659472397147.jpeg

 

 

Com o protótipo pronto, agora chegou ao tempo de de pô-lo em ação e analisar o feedback dos clientes.  Para fazer isso, vamos realizar testes de usabilidade.  

 

Estes testes dão-lhe uma ideia sobre a facilidade de uso de uma loja virtual.   Isto é normalmente feito observando pessoas que se encaixam no buyer persona típico da sua loja quando estão a fazer qualquer atividade definida por si. 

 

Durante este prazo, não deixe de documentar qualquer feedback ou sentimentos compartilhados pelos participantes do teste.  Este processo pode ser conduzido repetidamente, desde o desenvolvimento inicial até ao lançamento de um produto/característica.  Para mais informações sobre testes de usabilidade e as etapas para conduzir uma para sua empresa, dê uma olhada neste artigo aqui.

 

7.  Final do Design Sprint!

 

No final da fase de pesquisa e teste, deve ter uma ideia mais clara do que funciona, o que precisa de mudar e como melhorar a experiência na sua loja virtual.  

Poderá ter confiança no processo pois, o design sprint abrange o feedback e conhecimento do time da loja além das opiniões e os sentimentos do usuário para que poderá tomar decisões calculadas através dos resultados da busca para validar qualquer solução proposta.

 

O que acha do processo do design sprint?  Consideraria utilizá-lo como uma ferramenta para melhorar a sua loja online?  Comece a conversa e deixe os seus comentários abaixo!